Fabi Bang, Ícaro Silva e André Torquato brilham na versão brasileira do clássico musical Cabaret

Cabaret: espetáculo imersivo estreia no 033 Rooftop com grande elenco, experiência imersiva e gastronômica inspirada na Alemanha

Originalmente criado em 1966, o renomado musical da Broadway, Cabaret, conquista agora os palcos brasileiros em uma versão imersiva e envolvente. A montagem, dirigida e idealizada por Kleber Montanheiro, conta com Fabi Bang, Ícaro Silva e André Torquato nos papéis principais. A estreia está marcada para o dia 8 de março no 033 Rooftop, localizado no complexo JK Iguatemi, com apresentações até 12 de maio, aos finais de semana.

Com direção musical de Fernanda Maia, coreografia de Barbara Guerra e banda composta por 10 mulheres, o espetáculo promete transportar o público para a vibrante vida noturna do KitKat Klub, um cabaré decadente em Berlim, testemunhando o surgimento do nazismo na Alemanha na década de 1930. A trama, que se desenrola na República de Weimar, segue a história da cantora e dançarina inglesa Sally Bowles, interpretada por Fabi Bang, que se apaixona pelo jovem escritor americano Cliff Bradshaw, papel de Ícaro Silva.

Cabaret Ícaro Silva
Foto: divulgação/Caio Gallucci

A versão brasileira, assinada por Mariana Elisabetsky, mantém as músicas originais de John Kander e as letras de Fred Ebb, que marcaram gerações de espectadores ao redor do mundo. A produção é resultado da colaboração entre Marilia Toledo e Kleber Montanheiro, destacados nomes do teatro nacional.

Kleber Montanheiro revela a proposta imersiva da encenação: “A ideia é transportar as pessoas para dentro do KitKat Club, onde se passa a história. Então, vamos transformar o 033 Rooftop espalhando mesinhas por todo o espaço e criaremos cenas no meio da plateia, de modo que o público faça parte da encenação e seja transportado para a virada de 1929 para 1930. Também queremos explorar essa ideia sensorial com a ajuda de efeitos de som e de luz. Queremos romper com a ideia do terceiro sinal anunciando o começo do espetáculo. Quando as pessoas chegarem, já vão se sentir em um cabaré em Berlim e assistir a algumas cenas que vão se misturando até o começo do show”, conta.

Cabaret Fabi Bang
Foto: divulgação/Caio Gallucci

Além da diversidade no elenco, Montanheiro destaca a importância da escolha: “O texto fala de pessoas de diferentes nacionalidades, etnias, cores de pele e corpos. E a escolha do elenco, através das audições e de alguns convites, passou por isso. Fui brincando um pouco com um cabaré nessa época na Alemanha como uma ideia de liberdade, de construção de um movimento que se pauta pelas diferenças entre todas as pessoas. E esse pensamento permeou todo o conceito de escolha do elenco”, afirma.

A versão brasileira enfrentou desafios, conforme explica Mariana Elisabetsky: “Como a obra é muito conhecida do público, é sempre mais difícil quando a plateia escuta a versão em português cantando o original em inglês dentro da cabeça. Outra particularidade é o fato de existirem na história personagens provenientes de vários países e as brincadeiras com as línguas ao longo dos diálogos, especialmente o inglês e o alemão”.

Cabaret André Torquato
Foto: divulgação/Caio Gallucci

Barbara Guerra, a coreógrafa, destaca a liberdade artística na criação de uma releitura contemporânea: “Cabaret é um musical icônico, rico em camadas. Montar uma obra que chamamos de não-replica é a oportunidade perfeita para expressar nossa visão artística, criando assim uma versão pessoal e genuinamente brasileira. Minha ideia é que as coreografias não se limitem apenas à estética, quero que elas captem a essência única de cada cena”, revela.

Para tornar a experiência ainda mais imersiva, o Chef Mário Azevedo, do 033 Rooftop, preparou uma experiência gastronômica completa inspirada na Alemanha dos anos 30. Com três pratos típicos, acompanhados de drink e sobremesa, a experiência estará disponível mediante reserva antecipada através da Sympla, não estando disponível para compra no local no momento da apresentação. O Chef destaca: “Este espetáculo reúne em uma remota Berlim dos anos 30 diversas nuances e sensações, como: diversão, entretenimento e paixões. Um jantar com pratos típicos alemães tornará essa experiência ainda mais completa aos espectadores.

Gostou da novidade? Então continue acompanhando o site e o Instagram para ficar por dentro de tudo que acontece no mundo do entretenimento.

 

Foto de capa: divulgação/Caio Gallucci