Tempo de Recomeçar: Patricia Tenório encontra a verdadeira vocação na literatura - Le Ferrarez
Connect with us

Livros

Tempo de Recomeçar: Patricia Tenório encontra a verdadeira vocação na literatura

Publicado a

em

Tempo de Recomeçar: Patricia Tenório encontra a verdadeira vocação na literatura

Patricia Tenório, autora de A Menina do Olho Verde, a recifense compartilha como a escrita transformou sua vida

Você morreria se deixasse de escrever? Em minha opinião, essa é a pergunta fundamental para quem deseja escrever“. Patricia Tenório, escritora, professora, mãe e empreendedora, fez essa reflexão quando decidiu trilhar o caminho da literatura. Formada na área de Exatas, ela gerenciava uma livraria quando resolveu se dedicar à escrita de contos, novelas e poemas.

Nascida em Recife, Pernambuco, Patricia começou a explorar a escrita aos poucos. Graduada em Ciências da Computação pela Unicap, sua trajetória literária iniciou-se com a abertura da Livraria Domenico em 2002. Foi ao acompanhar os cursos de renomados escritores, como Raimundo Carrero, que seu interesse pela escrita floresceu. Após fechar a livraria, ela se lançou nos estudos literários.

Minha experiência se resumia aos meus diários. Sempre adorei ler, mas eram livros best-seller. Eu fui toda na contramão. Minha formação não é nos clássicos, na literatura mais tradicional, apesar de gostar de alguns como Cecília Meireles e Vinícius de Moraes. Lia mais Agatha Christie, Sidney Sheldon“, relata a autora.

Aos 35 anos, Patricia estudou com Carrero e Assis Brasil na PUCRS, lançando sua primeira obra solo em 2005: O Major – Eterno é o Espírito, uma biografia romanceada que recebeu menção honrosa em ficção nos Prêmios Literários Cidade do Recife. Sua dedicação a levou à Sorbonne, onde estudou por cinco meses e publicou a fábula adulta As Joaninhas Não Mentem. Este livro lhe rendeu o Prêmio Miglior Romanzo Straniero na Itália e foi adaptado para o teatro pela companhia Anjos de Teatro.

Patricia também integrou a Editora Calibán, no Rio de Janeiro, e, nos anos seguintes, lançou seis obras inéditas, ganhando prêmios, incluindo o Vânia Souto Carvalho em Ficção da Academia Pernambucana de Letras, com Como se Ícaro Falasse, inspirada no mito grego. “Quando saí da editora, fiz um mestrado em Teoria da Literatura na UFPE e, em 2016, retornei à PUCRS para o doutorado em Escrita Criativa, novamente com o professor e autor Assis Brasil“, explica a escritora.

Durante seus estudos acadêmicos, Patricia lançou A Menina do Olho Verde e o livro de contos Vinte e Um, publicados em edição bilíngue em Portugal e na Espanha. Foi então que surgiu a ideia do primeiro Seminário Nacional em Escrita Criativa de Pernambuco, apresentado na Bienal do Livro de Pernambuco, marcando um ponto de virada em sua vida.

O seminário evoluiu para um curso, como explica Patricia: “Em 2018, propus um curso de escrita criativa na Livraria Cultura. Queria oito módulos temáticos independentes, então, se alguém quisesse assistir a um módulo específico, podia. Eu fazia uma parte teórica, uma prática com exercícios de desbloqueio e convidava escritores de Recife e Porto Alegre quando ministrava nessas cidades“.

A partir de 2019, o curso se destacou, com novos módulos abordando a temática da viagem na literatura universal. Com a pandemia, o formato online permitiu que os Estudos em Escrita Criativa se expandissem, introduzindo novos cursos como Os Mundos de Dentro, explorando as casas e obras de doze escritores brasileiros. Em dezembro de 2021, Patricia visitou pessoalmente oito dessas casas.

A pandemia fortaleceu a criatividade de Patricia, que lançou a Coleção Quarentena: Exílio ou Diário Depois do Fim do Mundo, Poemas de Cárcere e Setembro. Outras novidades literárias incluem Rio a Quatro Mãos, novela policial escrita com Adriano Portela, e Estudos em Escrita Criativa, uma coletânea de artigos e depoimentos de escritores do curso Os Mundos de Dentro.

Atualmente, Patricia soma trinta livros publicados, incluindo Samanta, Poesia Reunida, Prosa Reunida, Os Livros e Breves Estórias do Tempo, lançados em 2023 na Alemanha durante a 75ª Frankfurter Buchmesse. No evento, ela palestrou no I Workshop de Escrita Criativa com outros sete autores brasileiros. Patricia planeja expandir seu curso de Estudos em Escrita Criativa em parceria com a Casa Zero, organização voltada para projetos sociais no Recife, incluindo encontros presenciais e acompanhamento psicológico para jovens de 18 a 26 anos.

Quando questionada sobre sua obra favorita, Patricia responde: “É como se me perguntassem qual dos meus três filhos eu gosto mais. Para mim, essa pergunta não tem resposta, é a mesma coisa em relação aos meus livros, cada um simboliza um momento importante da minha vida”.

Curtiu? Então continue acompanhando o site e o Instagram para ficar por dentro de tudo que acontece no mundo do entretenimento.

 

Foto de capa: divulgação

Continue Lendo

Mais Lidas

© Todos os direitos reservados