Abracadabra 2 e a geração Z

O novo Abracadabra tem tudo para encantar a geração Z, e estamos aqui para provar isso

A geração Z tem sido foco de piada para os millenials desde que aquela coisa de cringe começou a circular. E vice-versa, claro. Mas se tem uma coisa que pode por fim à guerra de gerações, essa coisa é a arte.

Seja escrita, ouvida ou assistida, a arte está sempre presente para transcender espaços e criar laços, assim como está sempre presente para apaziguar corações aflitos. E entre essas categorias, encontramos Abracadabra 2, novo filme da Disney.

A produção segue o filme Abracadabra, de 1993, e 29 anos depois prova que a geração Z já pode parar de achar a nossa geração um saco, porque tudo que gostamos tem estilo – e a prova disso é o novo amor da geração Z pela moda da nossa adolescência. Mas juro que não vamos debater sobre cintura baixa aqui!

E para abrir a sua mente, jovem, vamos te mostrar três ótimas razões para você amar essa sequência do nosso queridinho.

Século XXI 

Cena do filme Abracadabra 2
Foto: divulgação

Se tem uma coisa que a geração Z ama de paixão, essa coisa é que eles abriram um século inteiro. E apesar de nós, millenials estarmos ansiosos para ver a geração COVID fazer piada das coisas que eles amam – só para provarmos que o mundo gira bem direitinho -, aceitamos que o século XXI está sendo interessante.

Com acesso ilimitado as outras pessoas, rotinas de skin care que teriam salvado as irmãs Sanderson sem precisar da alma de criancinhas é um deboche natural, as três novas jovens fazem de tudo para encaixar o trio de bruxas na rotina moderna.

Elenco teen

Cena do filme Abracadabra 2
Foto: divulgação

Febre entre os jovens, Whitney Peak, Lilia Buckingham e Belissa Escobedo são nomes que agregam muito na cultura pop atual. O trio, separadamente, marcou história em produções modernas e agora recupera um clássico dos anos 90 com grande estilo. 

Apesar do foco principal ser a relação das irmãs Sanderson, o filme explora bem a nova vida que o mundo inteiro leva, e usa isso como gancho de humor.

Choque cultural

Cena do filme Abracadabra 2
Foto: divulgação

Fluindo exatamente desse mesmo lugar de gerações em guerra, a geração Z já pode se acalmar e ficar bem feliz. A graça está, de novo, na inocência das bruxas em não conhecer nada de tecnologia.

Enquanto, em 1993, elas não sabiam o que eram extintores embutidos, carros e a festa de Halloween, em 2022 elas não sabem o que é farmácia, cosméticos e coisas do gênero. Mas as piadas bobinhas continuam ali.

Lembra da cena clássica em que Bette Midler voa ao lado do carro e manda o personagem de Omri Katz encostar e mostrar a carteira de motorista? Nesse novo filme as três irmãs param tudo que estão fazendo para bater uma selfie com fãs, mesmo que elas não saibam o que é uma selfie.

E aí, geração Z: curtiu? Então fica aqui no Le Ferrarez, porque apesar de sermos quase todas millenials, a gente ama o humor ácido de vocês. E no Instagram a gente debate aquele lance da cintura baixa, se você quiser.

Foto de capa: divulgação