Cinelet | Nevertheless: o peso dos relacionamentos reais retrato em um kdrama

Nevertheless não é o k-drama perfeito para ser considerado clichê, mas expõe os clichês dos relacionamentos reais 

Nevertheless é um k-drama que tem tudo para te fazer entrar em desespero, mas te viciar. Afinal, nós, humanos, estamos sempre amparados por uma necessidade avassaladora de expressar o amor das formas mais grandiosas e absurdas. Porém com essa trama nossas expectativas somem.

Focado em contar sobre relações reais, a trama conta como Yu Na-Bi (Han So-hee) terminou com seu namorado. E a primeira parte dessa história não é nada leve!

Algum tempo depois, ela conhece o enigmático Park Jae-eon (Song Kang). Com o desenrolar dos episódios, descobrimos que Jae-eon e Na-Bi não se conheceram de forma tão aleatória em um bar. Eles estudam arte na mesma faculdade, gostam de coisas em comum e andam com os mesmos amigos. Mesmo que nenhum deles soubesse disso quando se viram pela primeira vez. 

Borboletas

Cena do dorama Nevertheless
Foto: divulgação

Jae-eon é um aficcionado por borboletas, completamente frio e calculista sobre o sexo oposto, até conhecer Na-Bi.

É com ela que ele abre as portas da vida e deixa de ser o cara misterioso e mulherengo. É com ela que ele constrói um relacionamento complexo durante todos os episódios, e é com ela que as coisas ficam interessantes sobre ciúmes e afeto.

Enquanto ele cria esse drama sozinho, Na-Bi se vê solitária dentro de uma relação que parece ser apenas física e descartável. E é ela quem dá as cartas sobre como quer ser tratada. Seu trauma anterior a preparou para não sofrer com a crueldade masculina com tanto peso.

Polêmicas

Cena do dorama Nevertheless
Foto: divulgação

Descartado pelo público coreano, e incompreendido pelo público brasileiro, Nevertheless chega aos nossos dias com o peso de ter um roteiro parado. Nada na trama parece andar como nos outros doramas que conhecemos e amamos.

Também é uma trama que coloca seus protagonistas em situações realistas e geram um romance quase palpável.

Somos capazes de ver os muros dos dois caindo, suas estruturas pessoais sendo provocadas e suas histórias se cruzando. Isso fora o peso de uma relação nitidamente tóxica entre os dois, onde ela é carente e expectante, e ele é distante e detalhista.

Opinião da redação

Pôsteres oficiais de Nevertheless
Foto: divulgação

Agarradas na ideia de que devemos ter, em tela, romances que sabemos serem quase impossíveis no mundo real, Nevertheless não é um drama que nos cativa de primeira. Especialmente com seu roteiro completamente morno e letárgico.

Nevertheless é uma história para ser consumida aos poucos, porque é real demais e nos incomoda. Mas merece todo o nosso amor e atenção, basta ter um pouco de paciência.

As personagens são bem construídas, mesmo tendo arcos curtos, e a exposição de arte que une os protagonistas durante os episódios, desempenha um papel crucial para um final espetacular.

Em resumo: é realista? Extremamente. A ponto de ser quase brutal. Mas também é o tipo de vitrine que precisamos aprender a encarar de frente dentro da arte, para tornar a vida mais fácil de entender.

E aí: você já assistiu Nevertheless? Conta pra gente aqui nos comentários! E acompanhe o Le Ferrarez para mais resenhas como essa. E você também nos encontra no Instagram, te atualizando sobre todas as novidades do mundo do entretenimento.

Foto de capa: divulgação/Netflix