Cinelet | Os Primeiros Soldados é um drama com importantes reflexões

Os Primeiros Soldados reflete sobre a importância de cuidar das minorias

Os Primeiros Soldados é um filme de 2021 com quase duas horas de duração. É um drama que traz um assunto muito importante: a crise de HIV no Brasil. O filme se passa na década de 80 no Brasil, quando se pouco conhecia sobre o surto de HIV/AIDS no país. Mas juntando o pouco que se sabia sobre a doença mais o preconceito e desrespeito que a comunidade LGBTQIA+ sofria – e ainda sofre -, a comunidade buscou forças entre si para se levantar. Confira o trailer:

O título do filme na verdade é um trocadilho. Ao ler o nome, logo você imagina que o filme se trata de uma guerra, uma batalha. Algo envolvendo exercíto e armas. Mas, Os Primeiros Soldados na verdade são os membros da comunidade LGBTQIA+, que à época do filme eram conhecidos como os GLS. A comunidade se junta para lutar pelo que tem direito: informação e saúde pública.

E, ao mesmo tempo que essa luta começou com os primeiros soldados, a comunidade já não acreditava muito pelo descaso de quem tem a obrigação de ajudar. Infelizmente nos dias de hoje, a comunidade LGBTQIA+ ainda sofre com muitos preconceitos. Mas, é impossível não reconhecer as vitórias conquistadas pela luta de Os Primeiros Soldados.

A direção e os atores são tão espetaculares quanto o filme

atriz Renata Carvalho em uma cena do filme Os Primeiros Soldados
Foto: divulgação

Todo o drama e emoção gerados pela história são muito bem representados pela direção do filme, resposabilidade de Rodrigo de Oliveira. Todos os cortes, as imagens próximas, a escolha de luz. Tudo isso impacta e faz a diferença em um filme em que o seu foco é o drama.

Claro, a escolha do elenco também é fundamental. Para fazer um filme emocionalmente sensível e pesado, a escolha do elenco é importante para a obra sair exatamente como visualizada. Por isso a escolha de Johnny Massaro, Renata Carvalho e Vitor Camilo foi certeira. Não poderia existir trio de atores melhor para viverem Suzano, Rose e Humberto.

Rodrigo de Oliveira soube usar do seu brilhantismo para dar ainda mais sensibilidade para um assunto tão importante. Johnny, Renata e Vitor souberam usar do seu talento para mostrar, de uma forma artística, o que muita gente sofreu e sofre calado por conta de um preconceito pré histórico e absurdo.

Opinião da Redação

Os Primeiros Soldados é um filme importante e necessário. Tudo o que quebra tabus, padrões, e mostram para a sociedade que as minorias existem e tem os mesmos direitos de qualquer outro cidadão, é importante para a sociedade. Principalmente quando o assunto abordado consegue ser passado com muita delicadeza. E isso justamente para gerar reflexões em mentes mais fechadas.

O filme não é pesado de assistir. É uma história que te prende e te faz querer saber o que vai acontecer depois. O final (sem spoilers), é muito emocionante. Ou seja, é mais um filme nacional perfeito que merece todo o reconhecimento que já tem, mesmo antes da sua estreia oficial.

Dito isso, Os Primeiros Soldados na nossa escala de pipocas, leva quatro pipocas. Ou seja, você não pode perder, hein!

Cinelet | Os Primeiros Soldados é um drama com importantes reflexões

Gostou da nossa resenha sobre Os Primeiros Soldados? Então fiquei pelo site da Le Ferrarez para mais resenhas de filmes como essa. Aproveite também e acompanhe pelo instagram!

Foto de capa: divulgação