Hopi Hari: Hora do Horror estreia dia 18 de agosto

Temporada mais aterrorizante do parque tem como tema Alcatraz – Rebelião das Almas

Atenção fãs do terror! Chegou o momento mais aguardado do ano!

O Hopi Hari está prestes a se tornar uma misteriosa, e amaldiçoada, penitenciária de segurança máxima, em sua nova edição da Hora do Horror. Com o tema Alcatraz – Rebelião das Almas, a atração começa no dia 18 (quinta-feira) e tem como meta realizar uma diversão imersiva, que marca a volta dos tradicionais túneis, em 1.350m² de construção cinematográfica. Essa temporada horripilante segue até o dia 15 de novembro e promete diversão para curtir em dois dias.

O presidente do Hopi Hari, Alexandre Rodrigues, revela as sensações presentes nesse momento, faltando poucos dias para a estreia: “A Hora do Horror sempre desperta em nós uma grande expectativa. Foram meses de planejamento e estruturação, mobilizando toda equipe do Parque e, agora que estamos próximos do primeiro dia da temporada, olhamos com orgulho, e temos a certeza que Alcatraz vai marcar a história como uma das melhores edições, não só pelo nosso empenho, mais também pela dimensão da experiência que preparamos.”

História

Situada em uma pequena ilha de mesmo nome, no estado da Califórnia (EUA), a penitenciária de Alcatraz funcionou entre 1934 e 1963, recebendo não só uma série de criminosos conhecidos – como Al Capone e Robert Franklin Stroud -, mas também membros da nação indígena Hopi, que foram parar ali por não abrirem mão de sua cultura. A partir daí, a realidade ganha contornos de ficção na Hora do Horror: assim que libertos do cárcere, os Hopi rogaram uma maldição na ilha, prendendo todos os maus espíritos naquele lugar, para atormentar qualquer um que se atrevesse a pisar ali.

E, como é de se imaginar, alguém deu o primeiro passo: conheça John Feltner, investigador paranormal e escritor que, anos depois da prisão ser desativada, começa a receber chamados de vozes inquietas de antigos moradores do local. Curioso, fará de tudo para contar as histórias daqueles que já não podem falar. O médium também quer entender: por que ele foi o escolhido? Quem é o responsável por levar as pobres almas sobre as águas gélidas para sofrerem ainda mais pelos seus erros? Assim começa sua viagem pela ilha de Alcatraz.

Edição marca a volta dos tradicionais túneis

E atenção para as novidades!

Para aqueles que sentem falta das edições com túneis, a saudade vai acabar, pois essa edição da Hora do Horror será marcada pelo retorno da estrutura original, com três túneis fechados que remontam a Alcatraz, por meio de elementos estéticos fiéis aos do lugar e com conexões entre si.

A viagem imersiva pelos túneis começa no caminho do lago, na região de Infantasia, com o túnel do Estaleiro, onde você embarca em um navio repleto de funcionários e presidiários que vivem essa realidade escura e assustadora. Mas não há escolha: essa é a única forma de chegar até a ilha de Alcatraz.

Então, a história desembarca na região de Mistieri, atrás do Katakumb, em um orfanato misterioso e horripilante que envolve a trágica história dos Filhos de Alcatraz, gerados pelas famílias dos guardas, carcereiros, zeladores e até mesmo dos presidiários que viveram ali -, mas só indo até lá para descobrir o que realmente isso significa.

A chegada na Prisão de Alcatraz acontece no principal túnel da imersão, no antigo test drive, que fica na região de Aribabiba. O local sombrio é rodeado de espíritos de criminosos que definharam em suas empoeiradas celas, solitárias e até em salas de tortura, aumentando os mistérios e o terror da prisão.

Como será a programação?

A viagem de horror continua mesmo fora dos túneis: além das mais de 40 atrações do Parque, o evento conta com tantas atrações que o ideal é curtir a imersão em dois dias de visita. Haverá um palco principal em Infantasia, com características de Alcatraz em uma formação de três andares, que receberá os shows de abertura, encerramento e uma balada noturna. Já Wild West proporcionará ao público o pocket show Invocação Ancestral, que revelará a maldição que se esconde por trás das tragédias de Alcatraz envolvendo o povo indígena Hopi.

A peça Oz

Uma viagem ao Reino Mágiko permanece em cartaz no Theatro di Kaminda, para aquecer o coração dos visitantes entre um susto e outro. No Saloon, o público poderá almoçar com gostinho de velho oeste e, ao mesmo tempo, curtir o show Amor de Sangue, repleto de vampiros, que cantam, dançam e relembram canções que marcaram as mais de duas décadas da Hora do Horror. Já o Klapi Klapi Show segue, como sempre, com uma peça divertida para as crianças.

Quanto tempo durará a temporada?

A Hora do Horror Alcatraz – Rebelião das Almas acontece de 18 de agosto a 15 de novembro, com o Parque funcionando de acordo com o calendário disponível no site.

Os Passaportis para o evento já estão à venda, também através do site. A programação das atrações está sujeita a alterações, então recomenda-se que o público confira-a no dia de sua visita.

O Hopi Hari ressalta que não se responsabiliza por Passaportis adquiridos fora de seus canais oficiais de vendas.

Sobre o Hopi Hari

Para aqueles que não conhecem, o parque fica localizado no interior paulista, próximo a Campinas e conta com infraestrutura completa para receber famílias, escolas, excursões turísticas e amantes de parques de todo o país.

Ao todo são cinco regiões temáticas, distribuídas em 760 mil metros quadrados. Além disso, conta com um dos teatros mais modernos de São Paulo (Theatro di Kaminda) e a mais rápida montanha-russa da América do Sul (Montezum), e ainda oferece mais de 40 atrações para todas as idades, mais de 20 pontos de alimentos e bebidas (incluindo comida vegana), enfermaria, sanitários, fraldários, área para amamentação e estacionamento para cinco mil veículos.

Curtiu a novidade? Então não deixe de acompanhar todas as notícias do mundo do entretenimento aqui no site e no Instagram.

Foto de capa: Divulgação