Cantando na Chuva: o maior clássico de Hollywood retorna aos palcos brasileiros

Nova Produção de Cantando na Chuva Encanta Público com Espetáculo de Dança, Comédia e Glamour a partir de abril no Teatro Sérgio Cardoso

O público brasileiro terá o privilégio de testemunhar novamente a encenação do clássico Cantando na Chuva, que recebe uma nova roupagem em 2024. Com sua temporada no Teatro Sérgio Cardoso, uma instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Paulista dos Amigos da Arte, esta produção conta com o respaldo do Instituto Artium de Cultura e a coprodução do Atelier de Cultura, responsáveis por sucessos como Evita Open Air, Wicked e Matilda – o Musical.

A peça transporta o público para a era dourada de Hollywood, no final dos anos 1920, um período de efervescência na sétima arte, quando os filmes mudos começaram a dar lugar ao cinema falado. Celebrado por milhões de espectadores em todo o mundo e elogiado tanto pelo público quanto pela crítica, o filme é um tesouro cultural que transcende gerações, graças à sua narrativa cativante, seus números de dança e sapateado excepcionais, que deixaram uma marca indelével na história dos musicais. Cantando na Chuva é apresentado em colaboração com o Ministério da Cultura e a Comgás.

Os produtores desta nova montagem dedicaram-se meticulosamente para garantir que a magia do cinema fosse ainda mais deslumbrante nos palcos. Ao mesmo tempo, incorporaram os elementos únicos do teatro, como a proximidade com o público, a fluidez entre as cenas e a energia contagiante das performances ao vivo, com uma orquestra grandiosa, elenco, iluminação, cenários e figurinos imponentes.

Com certeza quem já conhece o filme vai se encantar mais ainda com esta nova produção. Quem ainda não conhece, terá uma experiência recheada de grandes referências da década que mudou o mundo do ponto de vista tecnológico e artístico. A nova versão tem muito mais comédia, coreografias e glamour“, afirma John Stefaniuk, renomado diretor da Broadway, liderando esta produção.

O elenco estelar inclui Rodrigo Garcia (conhecido por papéis em Billy Elliot, Charlie e a Fantástica Fábrica de Chocolate e Anastasia) como Don Lockwood, imortalizado no cinema por Gene Kelly; Gigi Debei (presente em Anastasia, Evita Open Air e O Jovem Frankenstein) como Kathy Selden, papel interpretado por Debbie Reynolds; Mateus Ribeiro (visto em Bob Esponja, Chaves e Peter Pan) como Cosmo Brown, personagem originalmente vivido por Donald O’Connor; e Fefe Muniz (destaque em O Rei Leão, Evita Open Air e O Fantasma da Ópera) como Lina Lamont, interpretada por Jean Hagen. O elenco também conta com Marcelo Goes (com créditos em O Homem De La Mancha, Billy Elliot e O Guarda-costas) como R.F. Simpson, Paulo Grossi (participante de Wicked, Evita Open Air e Magia e Sinfonia) como Roscoe Dexter, Mari Rosinski (apresentando-se em Evita Open Air, Wicked e Matilda) como Dora Bailey & Srta Dinsmore, Sandro Conte (visto em Jesus Cristo Superstar, Wicked e Cantando na Chuva) como Rod, entre outros talentosos artistas.

Baseado no aclamado filme de 1952, o musical Cantando na Chuva se desenrola na Hollywood do final da década de 1920. As estrelas do cinema mudo, Don Lockwood e Lina Lamont, enfrentam a desafiadora transição para o cinema falado, especialmente devido à voz estridente de Lina, que proporciona risos ao público.

Com uma dose perfeita de comédia, romance, dança e sapateado, a trama se aprofunda com o amor inesperado de Don pela corista contratada para dublar a superstar Lina. Este musical é uma celebração para toda a família, repleto de coreografias memoráveis e um número inesquecível com a música “Singin’ in the Rain”, desafiando-se tecnicamente para simular a chuva em cena.

Cantando na Chuva é apresentado pelo Ministério da Cultura e pela Comgás, com patrocínio master da Brasilprev, patrocínio do Sem Parar e apoio do Radisson Blu São Paulo e da Dona Deôla.

Gostou da novidade? Então continue acompanhando o site e o Instagram para ficar por dentro de tudo que acontece no mundo do entretenimento.

 

Foto de capa: divulgação/João Caldas Fo