Rodeios, eventos, formaturas e congressos impulsionam procura por hospedagem na RMC

Impulsionado pelos ótimos números de anos anteriores, 2024 segue a tendência de aquecimento econômico quando se refere ao setor de hotelaria da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Depois de registrar crescimento de 100% em 2022 em função da demanda reprimida pela pandemia, o setor de eventos corporativos e shows segue crescendo. Levantamento mensal realizado pelo Campinas e Região Convention & Visitours Bureau (CRC&VB) aponta que a taxa de ocupação dos hotéis fechou o ano passado com média de 57,75%. Foi o melhor índice anual desde 2019.

Assim como em janeiro deste ano, a taxa de ocupação dos hotéis da RMC registrou em fevereiro média acima do esperado para um início de ano. A ocupação no mês passado foi de 52,62%, a melhor taxa para o período desde 2019. Os números do primeiro bimestre de 2024 estão acima do esperado. Pelo histórico regional, os dois primeiros meses são de menor movimento em função das férias escolares e queda de eventos corporativos.

O setor de eventos corporativos representa cerca de 80% do faturamento da hotelaria regional e é responsável por colocar Campinas como o quinto destino de turismo de negócios no Brasil. Em 2018 a RMC recebeu 178 eventos de grande porte, com 685 mil participantes e receita gerada com hospedagem de R$ 81 milhões. Em 2019, foram 214 eventos, com cerca de 780 mil participantes e receita de R$ 95 milhões. Em 2022, primeiro ano sem pandemia, o setor registrou 183 eventos, com cerca de 825 mil participantes e receita de R$ 104 milhões.

Segundo Vanderlei Costa, presidente do CRC&VB Visite Campinas (2018 a 2023), o segundo semestre é tradicionalmente forte para o setor em toda a RMC. “Além das convenções e congressos, temos festas importantes como a Expoflora nos meses de agosto e setembro, e a Festa do Peão de Jaguariúna, em setembro, que atraem mais de 300 mil pessoas, movimentando toda a economia e hotelaria regional e dentro de um raio de 160 quilômetros, além dos eventos de final de ano, como festas e formaturas e atrações musicais”, explica.

Corroborando a declaração de Vanderlei da Costa, o Gerente Geral do Fildi hotel & eventos, da cidade de Sumaré, Rogério Marani aponta a quantidade de eventos, congressos e rodeios na RMC pela alta procura por hospedagem. “Sem dúvida os congressos, eventos, formaturas e rodeios que acontecem na região, principalmente entre os meses de março e novembro são responsáveis por um aumento significativo em nossas hospedagens”.

Ainda de acordo com Vanderlei Costa, a estrutura regional para receber shows e eventos se justifica pela infraestrutura. “Somente em Campinas temos dois centros de convenções, com capacidade para receber mais de 10 mil pessoas, além de espaços menores, enquanto a hotelaria da RMC dispõe de mais de seis mil quartos, com capacidade para hospedar mais de 15 mil pessoas”, acrescenta.

FILDI HOTEL & EVENTOS

Fundado em 2005, na cidade de Sumaré, interior do Estado de São Paulo, como Matiz Sumaré (Hotelaria Brasil), dois anos depois passou a se chamar Fildi hotel & eventos, tornando-se um dos melhores e principais hotéis da Região Metropolitana de Campinas. O Fildi hotel & eventos possui 128 quartos e um complexo para eventos com sete salas, com capacidade que varia de oito até 500 pessoas em formato auditório.

Para conhecer mais sobre o Fildi hotel & eventos, acesse o site https://www.fildihotel.com.br/.