Filme Grande Sertão, de Guel Arraes, faz sua estreia mundial no Festival de Tallinn, na Estônia

Grande Sertão, de Guel Arraes, é uma adaptação do clássico literário Grande Sertão: Veredas de Guimarães Rosa

Com a divulgação do trailer oficial, o filme Grande Sertão, dirigido por Guel Arraes e escrito em parceria com Jorge Furtado, está programado para estrear mundialmente na 27ª edição do Tallinn Black Nights Film Festival (PÖFF), na Estônia, em 10 de novembro. O produtor Manoel Rangel, a diretora de segunda unidade e produtora artística Flávia Lacerda e o ator Luis Miranda confirmaram presença no evento.

O longa-metragem é uma produção da Paranoïd Filmes, em colaboração com a Globo Filmes, e será distribuído pela Paris Filmes. Além da estreia, o filme também competirá na categoria Critics’ Picks e terá duas outras exibições durante o festival, nos dias 12 e 13.

Veja o trailer:

No elenco, destacam-se Caio Blat como Riobaldo e Luisa Arraes como Diadorim, ao lado de nomes como Rodrigo Lombardi (Joca Ramiro), Eduardo Sterblitch (Hermógenes), Luis Miranda (Zé Bebelo), Mariana Nunes (Otacília) e Luellem de Castro (Nhorinhá). Esta adaptação da obra-prima de Guimarães Rosa transporta o universo violento dos jagunços do sertão para o cenário dos criminosos na periferia urbana, em um período não especificado. A narrativa, repleta de épica, segue a jornada de Riobaldo, um professor que se junta ao grupo por amor a Diadorim. A data de lançamento está agendada para maio de 2024.

Segundo a sinopse oficial, a vasta comunidade na periferia brasileira conhecida como “Grande Sertão”, o confronto entre policiais e criminosos assume proporções de guerra, abordando temas como lealdade, vida e morte, amor e coragem, Deus e o diabo. Riobaldo se envolve no mundo do crime por amor a Diadorim, mas guarda seu sentimento em segredo.

A história, narrada por Riobaldo, é marcada pela figura enigmática de Diadorim, que se torna um grande amigo com quem Riobaldo compartilha sentimentos complexos. A identidade de Diadorim permanece um mistério constante para Riobaldo, que enfrenta dilemas morais e éticos enquanto busca compreender seu lugar no mundo e sua própria essência. Nesse percurso, desenrolam-se as batalhas e os conflitos da grande guerra do Sertão.

Gostou da novidade? Então continue acompanhando o site e o Instagram para mais conteúdos como este.

 

Foto de capa: divulgação/Gustavo Hadba