O espetáculo Ensina-me a Viver estreia em agosto - Le Ferrarez
Connect with us

Notícias

O espetáculo Ensina-me a Viver estreia em agosto

Publicado a

em

Ensina-me a Viver estreia dia 19 de agosto com Nívea Maria e Arlindo Lopes

Ensina-me a Viver é uma peça teatral dirigida por João Falcão, que estréia em agosto juntamente com Arlindo Lopes e Nívea Maria.

O novo elenco ainda conta com nomes como Susana Ribeiro, Elisa Pinheiro e Fernanda de Freitas, Luciano Bortoluzzi, Carol Dezani, Franz Granja, Walisson Machado e Jamil Kubruk.

A peça é uma adaptação de Harold e Maude, filme de 1971, e conta uma história de uma paixão improvável entre um jovem solitário e com uma fixação pela morte e uma moça livre e apaixonada pela vida.

Para te dar um pequeno spoiler, vamos deixar aqui embaixo também a sinopse da peça:

Solitário e atormentado, Harold (Arlindo Lopes) vive com uma mãe indiferente e autoritária (Susana Ribeiro), sem qualquer troca afetiva. Atormentado, tenta chamar atenção simulando tragicômicas tentativas de suicídio.

Harold tem mania de visitar cemitérios e, numa dessas visitas, conhece Maude, uma quase octogenária, livre e apaixonada pela vida que aproveita cada segundo de sua existência como se fosse o último. É um encontro inusitado e improvável, mas a sintonia é imediata. Maude abre para Harold um mundo de prazer, alegria e liberdade.

A peça estreia no próximo dia 19, às 20h no Teatro Porto e será apresentada às sextas e sábados, a partir das 20h, e aos domingos, às 17h. Ensina-me a Viver fica em cartaz até o dia 9 de outubro.

“Ensina-me a Viver chegou no momento certo e oportuno da minha vida, como artista e pessoa, porque tenho nas mãos um personagem riquíssimo de força e positividade. Para mim, como mulher, representa como eu muitas vezes me comportei na minha vida – com esperança de que as coisas deem certo. E ela tem um humor que – poucas pessoas conhecem – eu tenho também, então me identifico demais. Estou muito feliz por representar uma mulher de quase 80 anos que, apesar das dificuldades impostas pela sociedade, mostra caminhos e soluções. Eu também estou chegando aos 80 com alegria e energia de criar. A missão que eu escolhi há 56 anos atrás, continuo realizando e acho que tem que comemorar, é um momento muito importante da minha vida”, conta Nívea Maria.

Leia também: O Pequeno Príncipe chega em espetáculo no Teatro Sérgio Cardoso

Gostou? Para ficar por dentro de tudo que acontece no mundo do entretenimento é só ficar por aqui ou no nosso insta.

Foto de capa: divulgação

Continue Lendo

Mais Lidas

© Todos os direitos reservados